VELHO POETA

Recebi tudo de vós:
Prêmios, honrarias, reconhecimento.

Renderam-se a meus méritos, com unânime aplauso,
as difíceis portas da Academia.

Os jovens me chamam mestre e procuram emular-me.

Com a idade logrei domesticar o tigre
que levo dentro; ser cortês,
amável, agradecido.

E, orgulhoso, em meu peito sustento as medalhas
das mais altas distinções.

Medalhas…
_____________ ¡Infantis miçangas,
desapiedados cencerros da glória!

Quanto, quanto daria para ser torpe, inexperiente,
maravilhado, jovem balbuciante
com todos os poemas pela frente.

 

_
▪ José Luis Parra
(Espanha 🇪🇸 )
in “De la frontera”,València, Pre-Textos, 2009

*

Mudado para português do brasil por _ Gustavo Petter 🇧🇷 Poeta, tradutor, professor.
Publica poemas e traduções na página agradaveldegradado.blogspot.com.br



 

VIEJO POETA

 

He recibido todo de vosotros:
premios, honores, reconocimientos.

Se han rendido a mis méritos, con unánime aplauso,
las difíciles puertas de la Academia.

Los jóvenes me llaman maestro y procuran emularme.

Con la edad he logrado domesticar al tigre
que llevo dentro; ser cortés,
amable, agradecido.

Y, orgulloso, en mi pecho ostento las medallas
de las más altas distinciones.

Medallas…
_____________   ¡Infantiles abalorios,
despiadados cencerros de la gloria!

Cuánto, cuánto daría por ser torpe, inexperto,
maravillado, joven balbuceante
con todos los poemas por delante.

 

_
▪ José Luis Parra
(España 🇪🇸 )
in “De la frontera”,València, Pre-Textos, 2009

ORA PRO NOBIS


(Variação de Esta é a casa dos loucos de Elisabeth Bishop)
 

pelo sobrevivente
que vem de lugares tão fundos que nunca vi;
pelo que olha o chão, como Pedro,
que hoje me disse que leva seu mal como uma culpa;
por ele que já não espera ninguém às terças e sábados;
por Nelson, que se apresenta como Margarita;
pelo soldado que faz da mesa uma trincheira;
por Melco, que chegou aqui quando tinha seis anos;
pelos que convulsionam e usam capacetes de plástico;
pelo que nunca encontra a corda salvadora,

pelos rotos, os crônicos, os tristes
aos que Deus mira das alturas.

 

_
▪ Piedad Bonnett
( Colômbia 🇨🇴 )
in ‘Los habitados’, Colección Visor de Poesía, Visor Libros, Madrid, 2017

*

Mudado para português do brasil por _ Gustavo Petter 🇧🇷 Poeta, tradutor, professor.
Publica poemas e traduções na página agradaveldegradado.blogspot.com.br



 

ORA PRO NOBIS
(Variación de Esta es la casa de los locos de Elizabeth Bishop)
 

por el sobreviviente
que viene de lugares tan hondos que no he visto;
por el que mira al piso, como Pedro,
que hoy me dijo que lleva su mal como una culpa;
por el que ya no espera a nadie los martes y los sábados;
por Nelson, que se presenta como Margarita;
por el soldado que hace del comedor una trinchera;
por Melco, que llegó aquí cuando tenía seis años;
por los que convulsionan y llevan cascos plásticos;
por el que nunca encuentra la cuerda salvadora,

por los rotos, los crónicos, los tristes
a los que mira Dios desde su altura.

 

_
▪ Piedad Bonnett
( Colombia 🇨🇴 )
in ‘Los habitados’, Colección Visor de Poesía, Visor Libros, Madrid, 2017

A MÃE É A GRANDE NOITE

Aqui o tempo está atado com camisa de força:
é vento subjugado
que escreve o mesmo nome a giz sobre o muro.
Tudo aqui está dentro, neste grande ventre
pleno de homens sem mãe.
A mãe é cada dose de trifluoperazina
que enche de saliva nossos lábios.
Quando aproximo meu ouvido das paredes
querendo ouvir o pranto dos que ainda amam
somente ouço meus chiados. Minha escura dissonância.
O coração do medo
cantando sua monótona toada.

 

_
▪ Piedad Bonnett
( Colômbia 🇨🇴 )
in ‘Los habitados’, Colección Visor de Poesía, Visor Libros, Madrid, 2017

*


Mudado para português do brasil por _ Gustavo Petter 🇧🇷 Poeta, tradutor, professor.
Publica poemas e traduções na página agradaveldegradado.blogspot.com.br



LA MADRE ES LA GRAN NOCHE

 

Aquí el tiempo está atado com camisa de fuerza:
es viento sometido
que escribe el mismo nombre con tiza sobre un muro.
Todo es adentro aquí, en este gran vientre
IIeno de hombres sin madre.
La madre es la gran noche. La madre es nuestro grito.
La madre es cada dosis de trifluoperazina
que IIena de saliva nuestros labios.
Cuando acerco mi oído a las paredes
queriendo oír el IIanto de los que aún ma aman
sólo oigo mi chirrido. Mi oscura disonancia.
El corazón del miedo
cantando su monótona tonada.

 

_
▪ Piedad Bonnett
( Colombia 🇨🇴 )
in ‘Los habitados’, Colección Visor de Poesía, Visor Libros, Madrid, 2017

 

POÉTICA

Escrevo poesia porque sei que depois não farei mais nada.
Olhando profundamente a zona que está
entre o Bem e o Mal,
só podemos dar-nos conta
de que o Homem continua
— como disse Earth, Wind and Fire/
Terra, Vento e Fogo.
O que «continua» é o Método de Amor Contemporâneo:
Preocupação obsessiva pelo / Não deixar
que esse mesmo feito
te deprima — como quis Neil.
— E recorda que o amor é sempre
importante — disse Martisel

 

_
▪ Ismael González Castañer
(Cuba 🇨🇺 )
in ”Poesia Cubana Contemporânea”, Antígona, Lisboa, 2009
Mudado para português por Jorge Melícias 🇵🇹 Poeta, Tradutor e Editor



🇨🇺

POÉTICA

 

Escribo poesia porque sé que después no haré más nada.
Mirando profundo en la zona que está
entre el Bien y el Mal,
uno sólo puede percatarse
de que el Hombre sigue
— como ha dicho Earth, Wind and Fire/
Tierra, Viento y Fuego.
Lo que «sigue» es el Método de Amor Contemporáneo:
Preocupacion obsesiva por el hecho / No dejar
que ese mismo hecho
te deprima — como ha querido Neil.
— Y recuerda que el amor es importante
cada vez — dijo Martisel

 

_
▪ Ismael González Castañer
(Cuba 🇨🇺 )
in ”Poesia Cubana Contemporânea”, Antígona, Lisboa, 2009

 

MANUAL DE COMBATE

eles chamaram Celine de nazista
eles chamaram Pound de fascista
eles chamaram Hamsun de nazista
eles puseram Dostoiévski diante de um esquadrão
de fuzilamento
e você sabe que eles atiraram em Lorca
submeteram Hemingway a tratamento de choque
e você sabe que ele se matou
e eles levaram Villon para fora da cidade (Paris)
e Mayakovsky
se desiludiu com o regime
e depois de uma desavença amorosa
bem
ele se matou.
Chatterton ingeriu veneno de rato
e funcionou.
e alguns dizem que Malcom Lowy morreu
afogado no próprio vômito
enquanto estava bêbado.
Crane tomou o rumo da hélice
do navio ou dos tubarões.

Era escuro o sol de Harry Crosby.
Berryman preferiu a ponte.
Plath não acendeu o forno.

Pascal cortou seus pulsos na
banheira (é melhor assim:
na água morna).
Thomas e Behan beberam
até a morte.
há muitos outros
e você quer ser um
escritor?
é esse tipo de guerra,
sabe:
criação mata;
muitos enlouquecem,
alguns perdem o rumo e
não conseguem
prosseguir.
uns poucos chegam à velhice.
uns poucos fazem dinheiro.
uns passam fome (como Vallejo).
é esse tipo de guerra:
baixas por todo lado.

tudo bem, vá em frente
mas quando eles o descartarem
pelo seu ponto fraco
não me venha com os seus
problemas

eu datilografei isso esta noite
sobre a mesa da cozinha
enquanto ouvia
Music for the Royal Fireworks
de Handel.

agora vou fumar um cigarro
na banheira
e depois vou
dormir.

 

_
▪ Charles Bukowski
(E.U.A. 🇺🇲)
Escrito: 1978, Fonte: Original manuscript

*

Mudado para português do brasil por Nelson Santander 🇧🇷 (servidor público federal e tradutor neófito). Nascido em 1967, reside em Marília, SP, Brasil. Mantém o blogue de poesia e tradução “Singularidade”.



🇺🇲

combat primer

 

they called Celine a Nazi
they called Pound a fascist
they called Hamsun a Nazi
they put Dostoevsky in front of a firing
squad
and you know they shot Lorca
gave Hemingway shock treatments
and you know he shot himself
and they ran Villon out of town (Paris)
and Mayakovsky
disillusioned with the regime
and after a lover’s quarrel
well
he shot himself.
Chatterton took rat poison
and it worked.
and some say Malcom Lowry died
swallowing his own vomit
while drunk.
Crane went the way of the boat
propellor or the sharks.

Harry Crosby’s sun was black.
Berryman preferred the bridge.
Plath didn’t light the oven.

Pascal cut his wrists in the
bathtub (it’s best that way:
in warm water).
Thomas and Behan drank themselves
to death.
there are many others
and you want to be a
writer?
it’s that kind of war,
you know:
creation kills;
many go mad,
some lose the way and
can’t do it
anymore.
a few go into old age.
a few make money.
some starve (like Vallejo).
it’s that kind of war:
casualties everywhere.

all right, go ahead
but when they sandbag you
from the blind side
don’t come to me with your
troubles.

I typed this tonight
on this kitchen table
while listening to
Music for the Royal Fireworks
by Handel.

now I’m going to smoke a cigarette
in the bathtub
and then I’m going to
sleep.

 

_
▪ Charles Bukowski
(E.U.A. 🇺🇲)
Written: 1978, Source: Original manuscript